Área do representante



Blog - Imeltron

Buscar post:
  
11
SET

Como fazer o mac and cheese em casa    

 

Você é fã de massas? E de queijo?

Eu realmente acredito que a imensa maioria das pessoas vai responder um belo e sonoro “simmmmm” às duas perguntas. E se a sua resposta também foi essa, já adianto que esse post é especialmente dedicado a você. :-)

É isso mesmo meu amigo, hoje a receita será preparada com muita massa e muito queijo, pois vou te ensinar a fazer um dos pratos mais clássicos da culinária americana: o famoso mac and cheese.

A massa é um dos alimentos mais consumidos em todo o mundo, e é claro que a população americana não ia ficar fora dessa também, não é mesmo? Por lá, a massa mais consumida é justamente a nossa receita de hoje, o macarrão com queijo.

Na verdade, podemos dizer que “mac and cheese” é um apelido carinhoso desse prato, já que o seu nome completo é “maccheroni and cheese”.

Alíás, é importante destacar que sim, existe uma massa específica para o preparo dessa receita e que você nunca vai ver um verdadeiro mac and cheese feito com qualquer espaguete ou fusilli, não! O original mac and cheese é feito com uma massa tubular de comprimento curto, levemente arredondado e com interior vazio, mais conhecida como maccheroni!

Você já ouviu falar nesse tipo de massa? Vira e mexe, me deparo com novos formatos que não conheço, e não é para menos, já que existem mais de 500 tipos de massas diferentes!

Pois é. Aqui no Brasil estamos habituados a consumir em maior quantidade o espaguete, mas a verdade é que dá para fazer uma longa lista em ordem alfabética de todos os tipos de massas existentes.

Pappardelle, rondelli, fusilli, penne, farfalle, tagliolini, ravioli, spaghetti, bucatini, rigatoni… Ufa! A lista é imensa e poderíamos passar horas só falando sobre esse assunto.

E para completar, dentro desse universo ainda temos a divisão dos tipos de massas, que são basicamente três: as massas secas, as massas frescas e as massas recheadas.

· As massas frescas são aquelas feitas com ovos e trigo comum e normalmente são as que as pessoas mais têm o hábito de preparar em casa para consumo imediato, como a lasanha e o fettuccine.
· As massas recheadas também costumam ser preparadas em casa, e bons exemplos desse tipo são os capeletis e raviolis. 
· Por fim, temos a categoria das massas secas, que estão entre as mais consumidas e incluem fusilli, penne, farfalle, bucatini e é claro, o maccheroni.

Como você deve estar imaginando, apesar de ser um dos tipos mais consumidos, o maccheroni é também um dos mais difíceis de fazer em casa. Certo?

Errado!

A grande parte da população costuma comprar a massa seca em supermercados, achando que é praticamente impossível produzi-la em casa, mas hoje quero te contar que, tendo os utensílios corretos, conseguimos produzir facilmente a nossa própria massa seca caseira.

Esse preparo têm inúmeros benefícios, que vão desde um resultado final muito mais saboroso à possibilidade de preparar praticamente todos os tipos de massa e recheios que a sua criatividade mandar.

Para isso, você precisa fazer o mesmo que Thomas Jefferson fez no fim dos anos 1700: ter a sua própria máquina.

É isso mesmo! Um dos presidentes mais famosos dos Estados Unidos tinha uma verdadeira paixão por massas e diz a história que, ainda como Secretário de Estado, ele teria viajado à Europa, mas especificamente à França, e por lá teria se encantado com a variedade de massas servidas nos jantares oficiais.

Decidido a também apreciar aquelas iguarias em sua terra natal, levou consigo uma máquina de fazer macarrão e, acredite se quiser, já como presidente, serviu mac and cheese como prato principal do jantar oficial de 1802.

Assim, o prato terminou entrando para a história americana e se tornou um ícone em 1930, na época da Grande Depressão, quando pouco se tinha para comer e uma gigante da indústria criou o mac and cheese já pronto em caixinhas. Cada um custava 0,19 dólares e com ela era possível alimentar até 4 pessoas.

De lá para cá, o mac and cheese nunca mais saiu das mesas americanas; ao contrário disso, ganhou o mundo com o seu sabor e a sua praticidade!

Mas calma que você não precisa ser presidente dos Estados Unidos para conseguir a sua própria máquina de fazer maccheroni em casa, tá? A solução é muito mais simples e mais fácil do que parece e, para preparar essa receita, você só precisa de uma Atlas Regina, uma máquina extrusora da Marcato.

A italiana Marcato é líder e referência internacional no mundo das massas, e um de seus produtos, a Atlas Regina, trabalha por extrusão, ou seja, a massa é passada por um cilindro até atingir uma placa perfurada, responsável pelos desenhos ou cortes específicos. Ao atingir o tamanho desejado, um cortador é usado para que o resultado seja extraído com precisão, de forma simples e rápida.

A Atlas Regina é uma máquina compacta, versátil e muito fácil de manusear. Com ela você consegue produzir em casa vários tipos de massa, como bucatini, fusilli, maccheroncini, rigatoni e, adivinhe só, o maccheroni para o preparo do mac and cheese!

Agora, você já não tem mais nenhuma desculpa para dizer que nunca provou esse clássico americano! É só anotar o passo a passo certinho para preparar um autêntico mac and cheese em casa.

INGREDIENTES

100 gramas de farinha de trigo
100 gramas de semolina
2 ovos
80 gramas de manteiga
80 gramas de trigo
1 litro de leite
Noz moscada
250 gramas de queijo cheddar
200 gramas de queijo parmesão

MODO DE PREPARO

Para a massa, misture a farinha de trigo e a semolina. Adicione os ovos e continue misturando. Caso os ovos sejam pequenos, adicione um pouco de água até obter uma massa homogênea.

Escolha o molde de maccheroni e encaixe na Atlas Regina. Coloque a massa na abertura da máquina e pressione com os dedos enquanto gira a manivela.

Sua massa sairá pronta já no formato de maccheroni, e quando atingir o comprimento desejado, basta descer o cortador.

Deixe a massa descansando em uma superfície enfarinhada até que esteja bem seca, para não correr o risco de perder o formato quando estiver na água quente — deixe para secar por no mínimo 4 horas e no máximo 24 horas.

Enquanto espera a massa secar, você pode fazer o molho. Vamos começar preparando um roux: derreta a manteiga em uma panela grande, adicione o trigo e misture bem. Aos poucos, vá colocando o leite sem parar de mexer. Quando terminar de adicionar o leite, tempere com noz moscada. Abaixe o fogo, adicione os dois tipos de queijo já ralados e misture até que tudo esteja derretido.

Ferva a água em uma panela, coloque o maccheroni já seco e espere até que ele esteja cozido, mas al dente; algo em torno de 5 a 6 minutos.

Retire a massa da panela e coloque-a diretamente na panela do molho. Misture tudo, despeje em um refratário, cubra com queijo parmesão e leve ao forno para dourar.

RENDIMENTO

2 porções

DICA

Você pode adicionar os mais variados queijos a essa receita, como gouda, gorgonzola, emmental ou quaisquer outros de sua preferência.

 

 

 

 

Página inicial | Voltar

  • Bialetti
  • BIALETTI CAFE
  • Ghidini
  • Emile Henry
  • Marcato
  • Leonardo
  • Gaggia
  • Luigi Bormioli
  • Cuisipro
  • Alfi
  • Eppicotispai
  • Packit
  • Barazzoni
  • Bisetti
  • S & P
  • Ariete
Imeltron 2013. Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo!
Cereja