Área do representante



Blog - Imeltron

Buscar post:
  
24
JUL

Brioche com chocolate    

 

“Se não tem pão, que comam brioches”.

Você já ouviu essa citação?

Reza a lenda que Maria Antonieta teria sido a responsável por essa cínica frase, mas a verdade é que ela era muito jovem quando a menção foi registrada por Jean-Jacques Rousseau, em 1766. 

Bom, deixa eu explicar do começo.

Maria Antonieta foi uma arquiduquesa da Áustria e rainha consorte da França e Navarra após se casar com Luís XVI. O problema é que a França e a Áustria já eram inimigas declaradas há muitos anos e a tentativa de estreitar os laços entre as duas nações por meio desse casamento não foi muito bem vista.

A corte francesa simplesmente detestava Maria Antonieta e por lá a coitada ganhou até um apelido duvidoso: “L'Autre-chienne” Na verdade, essa palavra é um belo trocadilho irônico, já que se escrita “autrichienne” significa “austríaca”, em referência à sua origem, e se escrita separadamente “autre-chienne” significa “outra cadela” em francês.

Já pensou conviver com um apelido que tem duplo sentido?

Mas, segundo constam os registros históricos, ela realmente não era lá muito fácil de se lidar. Tanto a corte quanto o povo odiavam Maria Antonieta por acreditarem que ela influenciava o marido a tomar decisões que beneficiavam os interesses austríacos, deixando a França para trás. Além disso, ela era constantemente acusada de mencionar palavras e frases promíscuas, cínicas e de baixo calão, tanto é que foi acusada de traição, julgada e condenada, sendo guilhotinada em 1793. 

Agora, você deve estar pensando: “tá, e o que isso tem a ver com os brioches?”.

Pois bem, a fama de Maria Antonieta era realmente ruim, o que fez com que ela “ganhasse” algumas frases e citações sem tê-las pronunciado de fato. Uma das menções mais conhecidas é a de que ela estaria passeando com seu cocheiro e, ao ver o povo triste, teria perguntado o motivo daquela situação. O cocheiro teria dito: “Majestade, não há pão para comer”, em referência aos inacessíveis preços que o produto tinha atingido naquela época por conta da colheita ruim. E Maria Antonieta teria respondido: “Se não tem pão, que comam brioches”.

Nem preciso dizer que o comentário é absurdamente irônico, não é? Se o pão já estava caro, imagine os brioches, que eram preparados com altos teores de manteiga e ovo! A verdade é que a frase foi dita sim, mas é bem provável que não tenha sido por Maria Antonieta.

A menção está contida em uma das passagens do livro “Confissões” do filósofo Jean-Jacques Rousseau, em que ele diz “Recordo-me de uma grande princesa a quem se dizia que os camponeses não tinham pão, e que respondeu: ‘Pois que comam brioche’”. A questão é que o livro foi escrito aproximadamente em 1766, época em que Maria Antonieta tinha em torno de 10 anos e ainda nem imaginava ser rainha da França.

Anos se passaram, e até hoje atribuem a frase a Maria Antonieta! Triste, você não acha?

Bom, mas vamos ao que interessa nessa história toda. Vamos ao BRIOCHE!

Brioche é um tipo de pão de origem francesa feito com bastante manteiga e ovo, super leve e com uma crosta douradinha e crocante.

Esse pão se encaixa na categoria da culinária francesa chamada de “viennoiserie” que classifica produtos de massa folhada ou com leveduras, preparados com ingredientes gordurosos e adocicados, como ovos, manteiga, leite, creme de leite e açúcar.

A viennoiserie é algo como a combinação perfeita entre a confeitaria e a panificação e como disse, os produtos são divididos entre os de massa folhada e os que utilizam fermentação. Dentre os folhados, temos o croissant e o pain au chocolat como grandes representantes. No grupo dos não folhados, temos o panetone e o brioche como as viennoiseries mais conhecidas. 

Você já deve estar preocupado achando que algo chamado de viennoiserie não pode ser fácil, não é verdade? Eu sei que parece complexo, mas garanto não é! Por isso, hoje quero te contar como preparar uma das viennoiseries mais clássicas: o BRIOCHE COM CHOCOLATE. 

Para o preparo de um brioche você vai precisar de uma boa farinha de trigo, elementos líquidos como leite, água e ovos, além de sal, açúcar, fermento e manteiga. Ingredientes simples e que você certamente já tem aí em sua casa.

Além das proporções e quantidades corretas de cada um dos ingredientes, posso te dizer que existe apenas um grande segredo para o preparo de um brioche perfeito: o refratário em que será levado ao forno.

Pouca gente sabe disso, mas a escolha correta do material da forma ou do refratário que você utiliza influencia totalmente no resultado final da receita.

As formas ou assadeiras de metal conduzem o calor de forma bastante ágil, fazendo com que, muitas vezes, seu alimento doure muito rapidamente ou, até mesmo, queime se você não estiver atento.

A solução? Opte pelo refratário de cerâmica. Esse tipo de material garante que a massa cozinhe por completo, sem ressecar, sem passar do ponto e sem o risco de queimar, fazendo com que a distribuição da temperatura seja uniforme em toda a receita.

Preparo do meu brioche com chocolate, escolhi a forma redonda de gomos com tampa da Emile Henry e o resultado foi uma viennoiserie perfeita!

A Emile Henry é uma marca francesa trazida ao Brasil com exclusividade pela Imeltron e possui o grande diferencial de ser feita com HR Ceramic (High Resistance Ceramic), um material cerâmico de alta resistência, com durabilidade superior e uma tecnologia resistente a choques térmicos de -20° C a 270° C.

Além dos benefícios de cozimento por completo que mencionei acima, essa forma ainda conta com as propriedades da cerâmica HR® de sua tampa, que ajuda a manter o nível de umidade correto durante o cozimento para que o miolo fique macio e leve e a casca com a crocância ideal, atingindo o resultado perfeito que se espera de um brioche!

Agora, que tal preparar essa receita de BRIOCHE COM CHOCOLATE de forma simples para seus convidados? 

INGREDIENTES

3 e ½ xícaras de farinha de trigo
Sal
1 colher de sopa de fermento para pães
¼ de xícara de açúcar
2/3 de xícara de leite
½ xícara de água
2 ovos
2 e ½ colheres de manteiga
1 xícara de chocolate 

MODO DE PREPARO

Em uma tigela, coloque o trigo, uma pitada de sal, o açúcar, o fermento, a água, o leite, os ovos e a manteiga e misture tudo com as mãos. Adicione o chocolate picado, misture novamente e cubra com um tecido, deixando descansar por 30 minutos.

Despeje farinha em uma bancada ou em um recipiente e corte a massa em 8 pedaços iguais. Faça bolinhas com os pedaços de massa e coloque-as na forma untada com manteiga. Coloque a tampa da forma e deixe descansar novamente por mais 30 minutos. 

Leve ao forno pré-aquecido a 220°C por aproximadamente 25 minutos e está pronto!.

RENDIMENTO

8 porções

DICA

Você pode fazer essa mesma receita sem o chocolate para o preparo de um brioche clássico.

 

 

 

Página inicial | Voltar

  • Bialetti
  • BIALETTI CAFE
  • Ghidini
  • Emile Henry
  • Marcato
  • Leonardo
  • Gaggia
  • Luigi Bormioli
  • Cuisipro
  • Alfi
  • Eppicotispai
  • Packit
  • Barazzoni
  • Bisetti
  • S & P
  • Ariete
Imeltron 2013. Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo!
Cereja