Área do representante



Blog - Imeltron

Buscar post:
  
27
FEV

A moagem correta para cada extração de café    

 

Que o café tem o maravilhoso poder de proporcionar energia para um ótimo começo de dia, todo mundo já sabe. Que a bebida é a segunda mais consumida aqui no Brasil, perdendo apenas para a água, também já é de conhecimento de todos, já que é impossível passar um dia de trabalho sequer sem que alguém ofereça a você uma xícara da bebida ou lhe convide para uma reunião despojada do tipo “vamos marcar um café?”.

Agora, pouca gente sabe que, para se apreciar um café de maneira completa, é essencial que a moagem dos grãos seja feita na hora. Isso mesmo, uma das principais sensações relacionadas ao prazer de se apreciar um café – a sensação olfativa – é extremamente prejudicada e diminuída quando a bebida é feita com um pó moído há muito tempo, e é por esse motivo que a recomendação é que você moa o seu café apenas quando for tomá-lo. Oliver Strand, autor da coluna Ristretto no New York Times, afirmou que se você não moer o seu café imediatamente antes da extração, jamais conseguirá experimentar todo o potencial que a bebida tem para oferecer.

A explicação é bastante simples: os grãos de café possuem inúmeros óleos essenciais, notas e aromas que são extremamente voláteis, ou seja, que se dissipam logo que entram em contato com ar. A casca do café funciona quase que como uma capa protetora, ajudando a armazenar o aroma e sabor. Quando o grão é moído, essa capa é quebrada e tudo de melhor do café é liberado: seus melhores aromas, óleos e sabores, e é exatamente por esse motivo que uma das melhores sensações de quem aprecia café é o cheirinho do grão moído na hora.

Por serem sensíveis e voláteis, todas essas notas perdem força e intensidade à medida que passa o tempo da moagem dos grãos. Além disso, com o aumento do contato com o ar, o café oxida rapidamente, perdendo muitas características originais de sua composição. Impressionante, não é mesmo?

 

E não pense você que encontrará alguma dificuldade para reproduzir essa experiência na sua casa! Hoje vou contar como moer seus grãos em casa de forma simples e rápida, usufruindo da experiência completa de se apreciar um café. Para moer os grãos de café em casa, utilizo o moedor elétrico da Bialetti. A marca é referência no universo dos cafés e possui uma rica linha de produtos líderes em vendas e design em todo o mundo.

Mundialmente conhecida pelo “homenzinho de bigode” estampado em suas cafeteiras, a Bialetti possui uma linha de eletroportáteis que conta com um moedor elétrico super prático, que se destaca como o moedor de grãos mais indicado para a moagem de café para consumo na hora. O produto possui um manuseio extremamente simples, com o botão “liga/desliga” cuja luz se acende durante o uso e que deve ser mantido apertado durante a moagem, facilitando a produção do café em sua forma mais completa.

 

Após selecionar grãos de boa qualidade, coloque-os no moedor Bialetti e pressione o botão “liga/desliga”, mantendo-o apertado até atingir a moagem específica para o método de extração que irá utilizar. Isso mesmo, para cada método de extração de café, existe uma moagem específica. Agora ficou complexo? Calma que eu explico.

Cada método de preparo exige um tempo específico de contato do café com a água e são esses dois elementos – método de preparo e tempo de contato do café com a água – que vão definir o tamanho e espessura ideal da moagem. É essencial que a moagem do grão seja precisa e exata de acordo com o método que irá preparar a bebida, já que quaisquer alterações poderão afetar a qualidade da extração do café e, consequentemente, mudar por completo importantes pontos da degustação da bebida, como o corpo, acidez e o aroma do café.

Dito isso, vamos para a parte prática. Hoje utilizaremos o moedor elétrico Bialetti para demonstrar os níveis de moagem corretos para o preparo de três métodos de extração da marca. Os cafés serão preparados no pour over, na french press e na moka express.

POUR OVER

O pour over é um filtro em que você despeja a água quente diretamente no café, obtendo uma bebida encorpada, aromática e muito mais saborosa. O pour over da Bialetti é feito de aço inox 18/10, e é o acessório perfeito para o preparo do café coado. A passagem da água pelo pó de café é feita de maneira uniforme, resultando em uma bebida mais suave, com doçura e acidez acentuadas adequadamente.

Para que consiga produzir um delicioso café em seu pour over Bialetti, anote as dicas sobre a moagem correta para esse tipo de extração:
- A moagem deve ser de fina a média, parecida com a que utilizamos para o filtro de papel;
- A quantidade ideal de pó é a de 20 a 25 g para 400 ml de água, o que resultará em aproximadamente 2 xícaras de café;
- O tempo de contato da água com o café deve ser precisamente 3 minutos;
- Faça uma pré-infusão colocando água suficiente para cobrir todo o pó dentro do pour over. Espere a água descer e, em seguida, complete com o restante da água.

FRENCH PRESS

A french press, ou prensa francesa, teve seu surgimento na França, por volta de 1850. Apesar da origem e nome franceses, foi o italiano Attilio Calimani que registrou sua patente, em 1929. A prensa francesa possui um recipiente de vidro, composto por um êmbolo com um filtro feito de metal bem fino que separa o pó do café para o consumo final. Este pequeno filtro é o responsável por uma infusão densa do café, com aroma preservado e consistência mais encorpada. É uma forma de extração perfeita para quem quer garantir um café aromático, encorpado e saboroso.

Para que você consiga produzir um delicioso café em sua french press Bialetti, anote as dicas sobre a moagem correta para esse tipo de extração:
- A moagem deve ser mais grossa, pois o pó muito fino pode entupir o filtro da prensa, extraindo mais do que o necessário e deixando o café amargo;
- A quantidade ideal de pó é a de 70 a 80 g para cada litro de água, o que resultará em um café de sabor marcante e aroma suave;
- O tempo de contato da água com o café deve ser precisamente 4 minutos;

- Para garantir que seu café não esfrie rapidamente, escalde a prensa com água quente antes de iniciar a extração;
- Coloque o pó de café no fundo, preencha com metade da água e misture para soltar todo o óleo essencial do pó. Em seguida, coloque o restante da água e tampe.

MOKA EXPRESS

A moka express foi desenvolvida em 1933 por Alfonso Bialetti e a cafeteira criada por ele revolucionou a forma de fazer café, funcionando como uma panela de pressão e usando o vapor para preparar um café tão preto e forte quanto as máquinas de café espresso. O café é feito utilizando apenas a pressão natural do vapor, criado na parte de baixo da cafeteira. A bebida preparada na moka express tem sabor encorpado muito similar ao espresso.

Para que consiga produzir um delicioso café em sua moka express Bialetti, anote as dicas sobre a moagem correta para esse tipo de extração:

- A moagem deve ser média, sendo um pouco mais grossa que a do café coado. Se estiver muito fina, o café formará um bloco que impedirá a passagem da água pelo funil;
- A quantidade ideal de pó é de 20 g de café para 200 ml de água;
- Coloque 20 ml de água na parte superior da cafeteira para evitar que o café adquira amargor quando começar a sair;
- Mantenha o fogo baixo até que a bebida saia por completo pela parte superior da cafeteira.

E agora que tal aproveitar essas dicas e testar aí em sua casa cada um dos métodos de extração de café para descobrir qual o seu preferido?

 

 

Página inicial | Voltar

  • Bialetti
  • BIALETTI CAFE
  • Ghidini
  • Emile Henry
  • Marcato
  • Leonardo
  • Gaggia
  • Luigi Bormioli
  • Cuisipro
  • Imetec
  • Alfi
  • Eppicotispai
  • Packit
  • World Create
  • Barazzoni
  • Bisetti
  • S & P
Imeltron 2013. Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo!
Cereja