Área do representante



Blog - Imeltron

Buscar post:
  
1
OUT

Dia internacional de café    

 

Que o café possui um papel importantíssimo na economia e na sociedade brasileira, todo mundo já sabe. Que a bebida une as pessoas, ajuda a criar vínculos, tem valor afetivo e emocional, também já é de conhecimento de todos. Agora, uma coisa que pouquíssimas pessoas sabem é a data oficial em que se comemora o “Dia Internacional do Café”.

O Brasil é o segundo maior consumidor de café no mundo, estatística que só aumentou nos últimos anos, com previsão de crescer ainda mais nos próximos. Os brasileiros tomaram gosto por apreciar uma boa xícara de café. O que era apenas um acompanhamento para uma reunião de executivos ou uma bebida para começar o dia se tornou um ritual tão valorizado e apreciado que seus fãs ganharam até nomenclatura específica de “coffee lovers”.

O “coffee lover” é um apaixonado não só pela bebida, mas sim pelo universo completo que envolve o café. É um amante do aroma produzido nas diferentes etapas da produção. É um conhecedor dos diferentes tipos de grãos, de suas torras e dos métodos de extração dos cafés. Com o aumento do consumo do café e dos “coffee lovers”, surgiu então a necessidade de se homenagear esta bebida amada por todos. Alguns comemoram no dia 14 de abril. Outros, no dia 24 de maio. E sinto dizer, essas duas datas não representam oficialmente a comemoração mundial do café.

O dia oficial foi anunciado pela Organização Internacional do Café (OIC) pela primeira vez em 2015, na 115ª Sessão do Conselho Internacional do Café e no 1º Fórum Global do Café na Expo Milão. A data? Hoje, dia 1º de outubro!

Não há registro oficial da comemoração em 14 abril e, portanto, não se sabe nem mesmo de onde surgiu tal referência. Já o dia 24 de maio é uma data importante para o Brasil, em que se comemora o “Dia Nacional do Café”. A data simboliza o início das colheitas pelo país e foi incluída no calendário pela Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC). Sem dúvida, é um dia importante e vale a comemoração no Brasil.

Mas, seja você um “coffee lover” um simplesmente um amante da bebida, precisa saber que a data oficial para se comemorar o “Dia Internacional do Café” é sempre o primeiro dia do mês de outubro de cada ano. A ideia da OIC foi uniformizar a comemoração de forma internacional; assim, todos os países podem demonstrar sua homenagem das mais diversas formas, desde a plantação e colheita até o serviço da bebida ao redor do mundo.

Portanto hoje, dia 1º de outubro de 2018, 77 estados membros da OIC comemoram, pelo quarto ano, o “Dia Internacional do Café” e eu, como “coffee lover” que sou, não poderia ficar de fora da comemoração. Acordei cedo, separei meu café especial e fiz a moagem dos grãos para a extração. Isso mesmo, fiz a moagem dos grãos em casa e no momento em que iria extrair o café. Oliver Strand, autor da coluna Ristretto no New York Times, afirmou que se você não moe o seu café imediatamente antes da extração, jamais conseguirá experimentar todo o potencial que a bebida tem para oferecer.

Impactante, não é mesmo? A explicação é bastante simples: os grãos de café possuem inúmeros óleos essenciais, notas e aromas que são extremamente voláteis, ou seja, que se dissipam logo que entram em contato com ar. A casca do café funciona quase que como uma capa protetora, ajudando a armazenar o aroma e sabor. Quando o grão é moído, essa capa é quebrada e tudo de melhor do café é liberado: seus melhores aromas, óleos e sabores, e é exatamente por esse motivo que uma das melhores sensações de quem aprecia café é o cheirinho do grão moído na hora.

Por serem sensíveis e voláteis, todas essas notas perdem força e intensidade à medida que passa o tempo da moagem dos grãos. Além disso, com o aumento do contato com o ar, o café oxida rapidamente, perdendo muitas características originais de sua composição. A lógica é a mesma do processo de moagem da pimenta através dos moedores, como contei no post “Batatas Rústicas”. Se aprendemos a utilizar os moedores de pimenta para que todo o aroma e sabor dos óleos essenciais sejam extraídos na hora, por que não fazer o mesmo com o café?

A experiência é totalmente diferente e o resultado final do café produzido é simplesmente incomparável. E não pense você que terá alguma dificuldade para conseguir fazer este processo em casa. Já vou contar como você pode moer seus grãos em casa de forma simples e rápida, usufruindo da experiência completa de se apreciar um café. Para moer os grãos de café em casa, utilizo o moedor elétrico da Bialetti. A marca é referência no universo dos cafés e possui uma rica linha de produtos líderes em vendas e design em todo o mundo.

A marca destaca-se pela Moka Express, a famosa cafeteira italiana com o “homenzinho de bigodes”, e oferece, dentre seus vários produtos, o moedor de grãos mais indicado para a moagem de café para consumo na hora. O produto possui um manuseio extremamente simples, com o botão “liga/desliga” cuja luz se acende durante o uso e que deve ser mantido apertado durante a moagem, facilitando a produção do café em sua forma mais completa. 

Após selecionar grãos de boa qualidade, coloque-os no moedor Bialetti e pressione o botão “liga/desliga”, mantendo-o apertado até atingir a moagem específica para o método de extração que irá utilizar. Feito isso, basta colocar imediatamente o pó moído na hora em sua Moka Express, sua French Press ou em seu Pour Over, e preparar um café rico, aromático e extremamente saboroso.

Com o moedor Bialetti em casa, você pode apreciar cafés tão especiais e únicos, e também comemorar todos os dias como se fossem 1º de outubro, “Dia Internacional do Café”. 

 

 

Página inicial | Voltar

  • Bialetti
  • BIALETTI CAFE
  • Ghidini
  • Emile Henry
  • Marcato
  • Leonardo
  • Gaggia
  • Luigi Bormioli
  • Cuisipro
  • Imetec
  • Alfi
  • Eppicotispai
  • Packit
  • World Create
  • Barazzoni
  • Bisetti
  • S & P
Imeltron 2013. Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo!
Cereja