Área do representante



Blog - Imeltron

Buscar post:
  
4
ABR

Como secar e armazenar massa fresca    

 

Adoro ver que cada vez mais pessoas estão aderindo ao estilo “DIY”. A expressão vem da abreviação da frase em inglês Do It Yourself (faça você mesmo) e é praticamente uma filosofia de vida. A ideia é fazer, com as próprias mãos, os mais variados itens, que vão desde bijuterias, velas e móveis, até a produção de presentes personalizados, de forma criativa e muito carinhosa.

A explosão do “DIY” teve início, aqui no Brasil, na decoração, com a reforma de móveis, pinturas e renovação de ambientes da casa. Mas o conceito é tão bacana que passou a ser usado também para outros itens feitos com as mãos, como as comidas. Eu sou adepta dessa filosofia há muito tempo: adoro ser recebida por amigos para um encontro e levar alguma lembrancinha em formato de comida ou preparar um jantar especial para quem eu quero bem! Acredito verdadeiramente no que diz Mia Couto: “Cozinhar não é serviço. Cozinhar é um modo de amar os outros.”

Poucos presentes podem ser tão afetivos quanto os preparados com carinho e à mão, não é mesmo? Isso traz personalidade, já que você pode prepará-los de forma individual, pensando exatamente no gosto daquela pessoa querida. E sabe o mais bacana? Existe um leque enorme de possibilidades de oferecer carinho assim, e você pode escolher o que mais combina com a situação. Pode preparar um jantar completo, da entrada à sobremesa, passando por uma harmonização de vinhos e um prato principal delicioso. Ou pode simplesmente preparar uma receita e levá-la embrulhada para alguém especial.

Puxa, quer coisa mais deliciosa do que saber que aquele alguém pensou em você enquanto preparava aquela lembrança? Esse tipo de carinho fica marcado na memória! E um dos presentes culinários que mais adoro fazer é a massa fresca. Isso mesmo, minha forma preferida de demonstrar meu amor é fazendo um jantar usando uma massa fresca preparada em casa. Adoro prepará-la já pensando nos comentários que irei ouvir ao surpreender os convidados, e dizendo que aquele prato foi feito inteiramente por mim.

E quem me segue por aqui, já sabe que preparar massa não é um bicho de sete cabeças. Muito pelo contrário, qualquer pessoa pode preparar essas delícias em casa, seguindo pouquíssimos passos e utilizando os utensílios corretos. A preparação da massa fresca segue a mesma base e dicas que contei no post “Massas Frescas”, como a escolha da farinha, dos ovos e o uso da Atlas 150 Marcato. A novidade agora é ressaltar os detalhes para secagem e armazenamento da produção.

Para que a massa tenha boa textura e consistência na hora de servir, é importante fazer o armazenamento de forma correta. Isso irá garantir que ela dure mais tempo, preservando seu sabor e qualidade, seja para você preparar o jantar no final da semana ou para presentear alguém.

Pois bem, tendo seguido todos os passos que ensinei aqui, você irá obter uma deliciosa massa fresca caseira, e é nessa hora que muita gente se confunde e acaba estragando toda a produção. Veja, utilizamos ovos no preparo, certo? Isso deixa a massa muito mais saborosa, mas também muito mais úmida, o que significa que ela poderá grudar facilmente se não for retirada do cilindro e, logo em seguida, disposta de forma correta para secar.

Muita gente acaba fazendo os famosos “ninhos” com as massas compridas como espaguete e fettuccine, o que pode ser uma boa escolha por ocupar menos espaço, mas certamente não é a forma ideal e mais indicada de secagem. Os ninhos acabarão grudando uns nos outros e, na hora do cozimento, é quase impossível obter aqueles fios incríveis e soltinhos de massa. A saída? Usar um varal para secar massa.

Isso mesmo, existe um utensílio criado especialmente para essa finalidade, que faz com que a secagem e armazenamento das massas sejam incrivelmente fáceis. Com ele você consegue retirar as massas do cilindro e deixá-las secando da melhor maneira possível, conseguindo armazená-las para cozinhar posteriormente. Eu uso o varal para secar massas da Marcato, que possui 16 varetas em policarbonato que possibilitam estender até 2 kg de massa fresca, quantidade incrível para fazer uma boa produção para guardar e usar ao longo dos dias. 

Para usar o varal, abra os três pés e apoie as bases emborrachadas sobre uma superfície lisa. Em seguida, abra as varetas de forma que elas formem um círculo. A vareta encaixada na parte central do varal é extremamente útil e servirá para retirar a massa do cilindro e para pendurá-la nas varetas de secagem. Feito isso, deixe a massa secando no varal por no mínimo uma hora e no máximo 24 horas. Quanto mais tempo, melhor. O ideal é que ela fique seca como uma massa comprada no mercado.

Quando a massa estiver seca o suficiente, retire-a do varal e coloque-a em um saco devidamente fechado. Ela poderá ser guardada na geladeira por até 3 dias e no freezer por até 3 meses. Lembre-se de anotar no saquinho a data em que produziu a massa. Assim você garante que ela esteja perfeita no momento do cozimento. Depois, basta retirá-la do saquinho e colocá-la na água fervendo. Ela irá cozinhar sem grudar, deixando seu prato muito mais bonito e bem apresentado.

Muito bacana essa dica, né? A secagem e o armazenamento corretos garantem a qualidade das massas frescas caseiras aí na sua geladeira e no seu freezer. Você fica preparado para receber visitas de última hora, para preparar aquele jantar romântico surpresa no meio da semana ou até mesmo para fazer uma bela refeição num dia comum, de presente de você para você.

 

FETTUCCINE CASEIRO

INGREDIENTES
100 g de farinha de trigo
100 g de semolina
2 ovos

MODO DE PREPARO
Misture todos os ingredientes secos. Adicione os ovos e misture. Caso os ovos sejam pequenos, adicione um pouco de água para obter uma massa mais homogênea. Divida a massa em 4 partes iguais para facilitar na hora de passar no cilindro. 

Coloque a Atlas 150 Marcato na posição 0 e comece a passar a massa pelos rolos lisos. Repita a passagem várias vezes, dobrando a folha de massa na metade. Polvilhe levemente a folha a cada passada. Quando perceber que a massa já está lisa e correta, rode para a posição 1 e passe uma vez. Mude para a posição 2 e passe uma vez, e assim por diante, até atingir a espessura desejada. Costumo passar até a posição 6. Feito isso, você terá uma folha para produzir a massa de sua preferência; neste caso, para preparar o fettucine, encaixe o acessório que vem na própria máquina e passe pelo cilindro de corte.

Retire a massa cortada com ajuda da vareta central e apoie o lado abaulado na primeira vareta do varal, virando levemente para o lado, para que massa se apoie na vareta e você possa retirá-la. Repita até preencher todo o varal e deixe descansando antes de seguir as dicas de armazenamento.

RENDIMENTO
2 porções.

DICAS
Para obter uma massa colorida, utilize 50 g de pó desidratado de sua preferência como, por exemplo, o de beterraba para obter uma massa roxa ou o de espinafre para obter uma massa verde.

 

 

Página inicial | Voltar

  • Bialetti
  • BIALETTI CAFE
  • Ghidini
  • Emile Henry
  • Marcato
  • Leonardo
  • Gaggia
  • Luigi Bormioli
  • Cuisipro
  • Alfi
  • Eppicotispai
  • Packit
  • Barazzoni
  • Bisetti
  • S & P
  • Ariete
Imeltron 2013. Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo!
Cereja