Área do representante



Blog - Imeltron

Buscar post:
  
11
OUT

Que Taça Escolher?    

 

Vinho é sinônimo de sofisticação e elegância. É usado para comemorar datas especiais, para fazer brindes românticos e em ocasiões que merecem toda a pompa e requinte de uma celebração. O problema é que nem todo mundo sabe como se portar diante de tantas regras de etiqueta deste universo.

É claro que ninguém precisa fazer um curso de sommelier para aprender tudo sobre vinhos, mas é essencial ter em mente algumas regrinhas básicas, não para se gabar, mas para apreciar melhor o néctar dos deuses, codinome da bebida. Então, vamos começar do começo? Aqui abaixo listo alguns passos para apreciar o vinho com o cuidado e carinho que ele merece.

Disposição da taça

A taça de vinho deve ser colocada sempre acima e do lado direito do prato. À esquerda dela, coloque uma taça de água. Ela é necessária para limpar o paladar entre um gole e outro do vinho.

Abrir a garrafa

Se o vinho for de rolha, verifique se não há nenhuma rachadura; isso pode indicar que o vinho está estragado. Se o vinho for de rosca, não tem segredo. Aliás, ponto importante: pare de ter preconceito com os vinhos de rosca! Essas tampas podem ser usadas sem medo nenhum nos vinhos mais jovens que não precisam de guarda.

Servir o vinho

Para evitar que o vinho respingue demais, segure a garrafa pela parte de baixo com uma mão e, com a outra, apoie o pescoço da garrafa com o dedo indicador. A quantidade ideal é preencher 1/3 da taça para o vinho tinto, 1/2 taça para o vinho branco e 3/4 da taça para o espumante. Quando terminar de servir, gire a garrafa lentamente para que estancar os pingos.

Beber o vinho

Chegou a melhor hora, a de degustar o vinho! Espere que todos estejam servidos. Caso esteja em uma festa ou jantar, na hora do brinde, olhe sempre as pessoas nos olhos e, em seguida, dê o primeiro gole. O mais importante é segurar a taça pelo cabo ou pelo pé. Nunca segure pelo bojo da taça, isso faz com que o vinho esquente por conta da temperatura da mão.

Pois bem, se você já é um iniciado ou apaixonado por vinhos, certamente deve estar pensando que, além dessas regrinhas básicas, precisamos saber qual taça escolher para cada vinho, certo? Certo! Há inúmeros e incontáveis tipos de taças no mercado, e escolher a opção correta pode parecer tão complexo quanto escolher o próprio vinho.

Existe um motivo para existirem tantos tipos de taças: para apreciar o vinho corretamente, é necessário que ele chegue até as papilas gustativas distribuídas em nossa boca e língua. Cada tipo de taça faz com que o vinho alcance regiões diferentes, fazendo com que alguns sentidos ou sabores específicos sejam percebidos. Além disso, o formato correto da taça faz com que a bebida seja melhor aproveitada em termos de temperatura e aroma, de acordo com cada vinho.

Dentre as diversas possibilidades de taças disponíveis, três delas simplesmente não podem faltar na sua casa: a taça exclusiva para vinho tinto, a taça exclusiva para vinho branco e a taça exclusiva para espumantes.

Taça para Vinho Tinto

Possui um bojo grande, criando espaço para o vinho balançar e respirar, mas a borda fechada, evitando dispersão dos aromas. A borda fina direciona o vinho para a ponta da língua, permitindo que os sabores frutados dominem antes que os taninos sejam direcionados para a parte de trás da boca. Indicada para vinhos como Cabernet Sauvignion, Merlot e Syrah.

Taça para Vinho Branco

As taças para vinho branco possuem um corpo bem menor por dois motivos. O primeiro é que o vinho branco costuma ser consumido em temperaturas mais baixas e, portanto, um recipiente menor garante menos trocas com o calor do ambiente. Segundo porque o vinho costuma ter muitas notas frutadas e a aba estreita faz com que o fluxo de vinho nas áreas da língua proporcione um equilíbrio entre doçura e acidez.

Taça para Espumante

A taça correta para um espumante é a flûte, ou flauta. É uma taça fina e proporciona melhor visualização das borbulhas (ou perlage, como são chamadas as bolinhas presentes nesta bebida). O formato mais fino também direciona a efervescência e os aromas para o nariz enquanto controla o fluxo acima da língua. Quanto mais bojo tiver a taça, melhor. Uma taça muito reta não irá realçar os aromas corretamente.

Nada muito complexo, não é?! Aqui em casa, uso as taças da linha Vinoteque da Luigi Bormioli. A marca é líder mundial em produção de vidros e possui linhas de alta qualidade, competindo com o fino cristal na aparência e elegância, com a vantagem de não possuírem chumbo na composição.

Todas as peças da Vinoteque são sopradas, feitas com vidro cristalino, com reforço de titanium e livres de chumbo. São hipertransparentes e brilhantes, têm a borda cortada a laser fino para evitar rachaduras, e são muito resistentes, duram em torno de mais de 4.000 ciclos de lavagem sem nenhuma alteração de qualidade.

Para resumir este post de hoje: você realmente não precisa de muito para escolher a taça correta. Basta ter essas três coringas em casa para curtir e demonstrar que conhece as regras de etiqueta de uma boa degustação de vinhos com os amigos!

 

 

Página inicial | Voltar

  • Bialetti
  • BIALETTI CAFE
  • Ghidini
  • Emile Henry
  • Marcato
  • Leonardo
  • Gaggia
  • Luigi Bormioli
  • Cuisipro
  • Alfi
  • Eppicotispai
  • Packit
  • Barazzoni
  • Bisetti
  • S & P
  • Ariete
Imeltron 2013. Todos os direitos reservados.
Voltar ao topo!
Cereja